09/02/17

erros fatais em chats de grupo

O título foi só para causar impacto porque, em boa verdade, não podem existir erros fatais em chats de grupo, certo? Errado! Se eu for uma das pessoas desse grupo, vocês estarão em perigo de vida porque eu sou demasiado nervosinha e a minha tolerância é limitada.

Uma das coisas que mais me enervam - e note-se que enervar é eufemismo; nervosa é como eu fico quando tenho um papa reformas a andar à minha frente e não posso ultrapassar, com isto eu fico mesmo à beira de esventrar alguém - é aquela gente que, não tendo mais nada que dizer, envia o likezinho pré-definido ou qualquer outro emoji escolhido entretanto. Gente, é fácil: se não têm nada a dizer, não digam nada. Simples, não é? 

Outra coisa que me põe fora de mim são as batalhas de stickers. Não sei se já se aperceberam mas... todos temos stickers. To-dos. Entrar no facebook e ter 237 mensagens, das quais 202 são stickers e as outras são frases curtas espalhadas lá pelo meio... chateia.

Deixem os stickers para as vossas mães, para as vossas avós, para as tias, para a dona celeste lá da loja que vos comenta as fotos todas com um cão a mandar beijinho - that's okay. Agora, não façam isto tudo e esperem que, ainda assim, eu vá ler as mensagens rápido: na maior parte do tempo, as notificações estarão desativadas e eu só lá vou voltar três meses depois. 

Não é por mal - é por um bem maior. É para evitar cometer homicídios em barda.
Sejam simpáticos, não façam estas coisas.

Sem comentários: