14/02/17

sabem que dia é hoje? (dois corações seguidos)

Cá estamos nós outra vez: solteiríssimos desta vida, sem ninguém a quem mandar uma mensagem pirosa pontuada com oito corações e três emoticon daqueles com casais felizes, famílias inteiras felizes, cães e gatos que sorriem, e por aí em diante.

Hoje não vamos receber o típico ursinho piroso com a almofadinha a dizer i love you comprado ontem, na loja dos chineses, dois minutos antes da loja fechar. E, eventualmente, vamos desligar as redes sociais para não levar com os testamentos manhosos trocados entre namorados, ali à vista de todos, só para nos esfregar na cara que estamos solteiros. E que eles vão pinar enquanto a nossa vida sexual está tão ativa quanto a do mário soares. Well done.

Então, este post é para vocês: larguem os lenços, dêem pausa às comédias românticas - ao porno também - e párem de chorar a cantar a all by myself porque hoje se sentem mais miseráveis ainda. 

Já que tenho prometido tornar-me na próxima mestre mambo-fêmea, heroína macumbeira das relações condenadas ao fracasso, aqui têm: sintam-se à vontade para dizer, anonimamente ou não, tudo o que vos vai na alma e não podem dizer à pessoa em questão. Escrevam declarações de amor, declarações de ódio, amaldiçoem a gostosa que agora anda a sair com o tipo, desejem-lhe uma verruga no pé - acreditem que dói! - ou um par de hemorróidas novinhas à estreia.

Digam o que quiserem, mas desabafem. Façam-me rir, façam-me chorar, façam-me desejar nunca ter escrito este post - o dia é vosso. Entretenham-me. Se se justificar, fazemos uma compilação de desastrees amorosos.

Let the game begin.

1 comentário:

Alice in Neverland disse...

Devia ter lido isto antes.
:/ Mais uma vez, teria algo bom pelo menos para atenuar o sofrimento, mas deixei escapar.

Gosto muito dos teus textos. Desculpa não escrever detalhadamente !o quão gosto deles, mas já não tenho energias