23/02/14

a língua que foge para a verdade

Se é verdade que a minha sinceridade brutal às vezes me traz problemas, não é menos verdade que é uma das poucas provas que eu tenho de que, afinal, até nem fui encontrada no lixo. Pelo menos, no que diz respeito à avó.
A primeira reação da ascendente da minha progenitora, quando me viu de gadelha pintada, foi:

- credo, que horror! isso é a cor das abóboras meninas. mais valia teres pintado com o vermelho que querias, não gosto nada desta cor!

E eu podia ficar amuada, mas só me ri. Ao lado dela, sou um anjo.
Ou não.

Sem comentários: