01/02/14

pequenas dores

Como se já não fosse tortura que chegue ter de passar o dia com as monstrinhas, outra vez, ontem à noite uma amiga ligou-me a perguntar se eu queria sair hoje. Uma amiga que vive longe e eu não vejo desde o verão. E depois? E depois tenho de dizer que não porque hoje é o aniversário de uma das criaturinhas e não dá para fugir. Logo eu, que tenho montes de paciência para crianças.

Estou amuada. Vou agarrar-me à gata o dia todo.

Sem comentários: