05/02/14

na margem

Um funcionário da secretaria da escola foi dizer à patrícia que costumava reparar em nós porque temos uma amizade muito bonita, o que é cada vez mais raro, e até fica mais bem disposto só de nos ver juntas.

Ri-me, mas achei fofinho. Diz que sim. Posso não ser a amiga mais fofinha, mas ela sabe que isto já é mais sério do que casamento, e que eu, a tia solteirona que aparece com os bolinhos da dancake ao domigo, vou dormir entre ela e o futuro marido dela, com os meus gatos todo à volta, de cada vez que me sentir frustrada com a vida e precisar de passar a noite  os escassos minutos que ela aguenta acordada a falar com ela. E ai do homem que me tente tirar da cama - seja ele quem for, eu cheguei primeiro.

Okay, not gonna happen, mas isto foi foficoiso. Voltemos à emissão normal.

Sem comentários: