05/02/14

ao menos sou sincera

Gosto tanto de viver a vida no limite que, se a minha mãe me pediu que fizesse o jantar para as oito e meia, é mais do que óbvio que eu só vou começar às oito e vinte e nove. Depois fico muito espantada por ela ficar toda fodida da vida comigo, pois claro.

Sem comentários: