26/01/17

#foreveralone

Estranhei quando recebi a primeira mensagem a dizer olá - não somos propriamente amigos nem costumamos conversar por mensagens. Achei que ele precisava de alguma coisa, e respondi-lhe, questionando-o sobre o que se passava.

13h22 - Tenho saudades tuas e muiiiitas :))) e sinto a tua falta :)
13h24 - Quero dizer-te uma coisa do coração :)

Vi a minha vida a andar para trás, confesso: carente e meio desesperado, podia esperar-se tudo vindo dali e esta até poderia não passar de outra das suas tentativas de atirar o barro à parede para ver se colava. Pedi-lhe que dissesse. Só não caí de costas porque já estava deitada:

13h28 - Gostmo muiiiiito de ti!!! :) Sinto falta de estar de mão dada contigo. A olhar para ti, beijar-te. Esses momentos queria voltar a partilhá-los contigo :)
Só tu me completas. Só tu me punhas aquele sorriso. Só tu me fazes feliz! :)

Foi bonito, que foi, mas graças a deus eu nunca beijei tal criatura, nem tão pouco lhe dei a mão - neste ponto eu já nem sabia se haveria de rir pelo embaraço de alguém se enganar no número ao enviar uma mensagem destas, ou de chorar por só receber mensagens fofinhas assim... por engano.


1 comentário:

no one disse...

Quando a esmola é grande, o pobre desconfia eheheheh.